Conecte-se conosco

Economia

INSS: Saiba quem pode receber o novo auxílio de R$ 1.100

O novo auxílio inclusão do INSS vai valer para pessoas com deficiência que recebiam o BPC e agora conseguiram um emprego.

Publicado

em

INSS Saque

As regras do Auxílio Inclusão foram divulgadas pelo Ministério do Trabalho e Previdência no dia 19 de novembro. É o novo benefício do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). De acordo com as regras, o novo auxílio vale para quem participava do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Leia mais: Valor do salário mínimo de 2022 deve alcançar patamar histórico

Dessa forma, o novo auxílio é voltado para pessoas com deficiência que antes recebiam o BPC. Mas, para isso, é necessário que tenham começado a trabalhar com carteira assinada. O programa vem como uma forma de incentivo para a entrada dessas pessoas no mercado de trabalho.

Auxílio inclusão do INSS

Antes de tudo, o auxílio inclusão quer incentivar a independência financeira das pessoas com deficiência. Dessa forma, elas deixam de apenas receber um benefício do governo e passam a ser peça ativa nesse processo.

Por isso, quem recebia o BPC e começou a trabalhar de carteira assinada vai receber R$ 1.100 como adicional. Ou seja, incentivando a permanência no mercado de trabalho. De acordo com o INSS, mais de 4,7 milhões de pessoas já recebem o benefício.

O auxílio inclusão vale para a pessoa com deficiência que recebia o BPC por pelo menos cinco anos. Além disso, o INSS reforça que caso a pessoa perca o trabalho ela volta a receber o BPC, sem interrupção.

Para garantir o benefício é importante estar com o Cadastro Único (CadÚnico) atualizado na plataforma do governo federal. Caso contrário o benefício pode ser suspenso. É preciso também estar com o CPF regular.

Outra exigência é que a pessoa com deficiência receba no máximo dois salários mínimos, sendo R$ 2.200. Se tiver rende superior a esse valor, o auxílio inclusão não pode ser pago. Além disso, a renda familiar tem que ser de até meio salário por pessoa. Outro requisito é que esteja filiado ao Regime Geral de Previdência Social ou ao Regime Próprio de Previdência Social.

Para pedir o auxílio inclusão é preciso entrar em contato com o INSS. Pode ser por meio do aplicativo Meu INSS ou também pelo telefone 135. Ou também de forma presencial em alguma agência do INSS. Neste último caso, apenas com agendamento.

O INSS tem até 30 dias para dar uma resposta sobre o pedido do auxílio inclusão. O acompanhamento da solicitação também pode ser feito pelo aplicativo Meu INSS.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS