Conecte-se conosco

Economia

Valor do salário mínimo de 2022 deve alcançar patamar histórico

Reajuste anual do salário mínimo nacional é feito com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Publicado

em

Salário mínimo 2022

Os trabalhadores e segurados da Previdência Social que recebem remunerações baseadas salário mínimo terão seus ganhos reajustados no início do próximo ano. Essa correção anual definida por lei possivelmente será a maior dos últimos seis anos.

Leia mais: PIS/Pasep: Mais de 10 milhões de brasileiros ainda têm dinheiro para sacar

O reajuste do piso nacional é feito com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado no ano, que em sua última previsão alcançou o patamar de 10,04%. O indexador mede a inflação para famílias que ganham de um a cinco salários mínimos.

No início de 2021, o governo estimava que o INPC fecharia o período em 6,9%, mas a alta nos preços superou muito as expectativas iniciais. A porcentagem deste ano é a maior desde 2016, quando o índice ficou em 11,67%.

Se a taxa de reajuste for confirmada, o salário mínimo sairá dos atuais R$ 1.100 para R$ 1.210,44 em 2022. Vale destacar que essas são apenas estimativas, já que o INPC oficial só será divulgado em janeiro.

Reajuste ou aumento?

O piso nacional não tem ganho real desde 2019, quando passou a ser reajustado apenas para cobrir a inflação. Isso significa que o poder de compra dos trabalhadores é mantido, mais eles não passam a, de fato, receber mais dinheiro.

Segundo levantamento do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o salário mínimo ideal no Brasil deveria ser de R$ 5.400. Esse valor é suficiente para garantir a sobrevivência da população “com dignidade e respeitando a Constituição Federal”.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS