Conecte-se conosco

Agronegócio

Brasil bate recorde de exportações com US$29,09 bilhões em março

O Brasil bateu recorde de exportações nesse mês de março. Entenda como essa dinâmica pode influenciar na economia!

Publicado

em

De acordo com os dados divulgados pelo Governo Federal, no dia 1 de abril de 2022, as exportações brasileiras bateram recorde, somando US$29,09 bilhões em março.

Veja também: Exportação de maçã recupera valor de comércio

De acordo com o subsecretário de Inteligência e Estatísticas de Comércio Exterior, Herlon Brandão, “é um valor inédito para a exportação brasileira, não só para o mês de março, mas para qualquer mês já registrado”.

Nesse sentido, em relação a março de 2021, as importações aumentaram em torno de 27,1%, chegando a US$21,71 bilhões, resultando em superávit de US$7,38 bilhões, com alta de 19,3%, pela média diária.

De acordo com Brandão, esse recorde deu-se devido ao aumento de 1,8% no volume, porém, principalmente, pela alta de 17,2% nos preços dos produtos vendidos pelo Brasil. Esse desempenho positivo do mês de março refletiu diretamente no resultado do primeiro trimestre.

Em vista disso, a corrente de comércio elevou para 26% e atingiu a casa dos US$132,16 bilhões, nos três primeiros meses do ano, refletindo diretamente a alta de 26,8% das exportações, que ao todo somaram em torno de US$71,74 bilhões. Dessa forma, a balança comercial chegou ao final do trimestre com um superávit de US$11,31 bilhões, em alta de 37,6%.

COntudo, é importante destacar que o crescimento das exportações deu-se devido ao aumento das vendas da Agropecuária, que subiram 36,8% e chegaram a US$ 8,17 bilhões, bem como da Indústria de Transformação que chegaram a uma valor de US$ 14,47 bilhões, em alta de 35,2%.

Além disso, a Secex fez um levantamento acerca das projeções do comércio exterior brasileiro deste ano e as estimativas são altas, “há uma demanda crescente dos produtos brasileiros, a preços maiores. Isso fará com que a receita de exportação cresça”, acrescenta Brandão.

A estimativa da Secex é de que as exportações atinjam US$348,8 bilhões, contra US$237,2 bilhões de importações.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS