Conecte-se conosco

Agronegócio

Colheita de milho no Mato Grosso é a mais antecipada da história

A colheita do milho é influenciada pela colheita da soja, pois geralmente é feita a plantação após a colheita do grão.

Publicado

em

A colheita de milho está muito antecipada, já que começou esta semana em Mato Grosso. Até sexta-feira, o esperado é que 1,24% das lavouras sejam colhidas. Uma antecipação como essa nunca havia acontecido na história do estado.

Veja também: Investimentos em Fiagro e ETF: saiba mais

Segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária – o Imea -, o ciclo anterior sofreu atraso devido o calendário da soja, e passou a ser colhido apenas no dia 11 de junho.

“Esse cenário positivo foi influenciado pela semeadura adiantada da soja no Estado, decorrente dos bons volumes de chuva que foram observados logo após o fim do vazio sanitário em MT”, disse o instituto.

A colheita do milho é influenciada pela colheita da soja, pois geralmente é feita a plantação após a colheita do grão. E esta safra foi beneficiada, pois seu plantio também foi antecipado. Sendo que, foi feito quase todo em janeiro – mais que 82% -, sendo que o ideal é ser feito até o dia 25 de fevereiro. Este também é o plantio mais adiantado da história do Mato Grosso.

O norte e o sudeste do estado não começaram ainda suas colheitas, porém outras regiões seguem avançadas. A região que mais colheu até agora foi a médio-norte, que já está com 2,3% das plantações colhidas. Ela é seguida pelo noroeste, com 1,31%, depois pelo centro-sul, que já colheu 1,14%.

No início de maio, o Imea estimou que a safra totalizaria uma colheita de 39,34 milhões de toneladas. Inicialmente, o instituto havia apostado em 40,56 milhões de toneladas, porém com a diminuição das chuvas no mês passado, resolveu diminuir um pouco as expectativas.

Mas se fomos comparar a produção anual do grão, esta colheita deve produzir 21% a mais do que de costume.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS