Conecte-se conosco

Investimentos

Investimentos em Fiagro e ETF: saiba mais

O Fundo de Investimento em Cadeias Agroindustriais (Fiagro) está sendo utlizado por pessoas físicas, majoritariamente. Entenda!

Publicado

em

O Fundo de Investimento em Cadeias Agroindustriais (Fiagro), uma modalidade que foi lançada em outubro de 2021, acabou caindo no gosto dos investidores que configuram-se como pessoas físicas, esses que correspondem a aproximadamente 98% do volume investido no produto, atingindo cerca de 2,4 bilhões de reais.

Veja também: XP Investimentos lança conta internacional: entenda!

Nesse sentido, é válido destacar que desde que foi criado, o número de investidores acabou crescendo 419%, conforme informou um estudo feito pela B3.

Em vista disso, o Fiagro parece com outro queridinho dos investidores, os fundos imobiliários (FIIS), que oferecem isenção no Imposto de Renda. Desse modo, em média, os investimentos nesses fundos giram em torno de 20 mil reais, um valor extremamente mais alto que os investimentos em produtos como os ETFs, com saldo mediano de 2 mil reais.

Por conseguinte, mesmo com a alta da Selic, os fundos imobiliários seguem em um ritmo de crescimento, essa dinâmica vem sendo observada desde o ano de 2018.

Dessa forma, conforme o estudo da B3, o número de investidores cresceu significativamente, em torno de 24% no último ano, e 74% do total desse público é composto por pessoas físicas, alcançando 1,6 milhão de investidores.

Por fim, historicamente, essa escalada da taxa básica de juros, geralmente, costuma “derrubar” o valor das cotas dos FIIs, tornando-os menos interessantes quando percebe-se que o retorno da renda fixa possui um retorno melhor, e mais alto. Todavia, mesmo com essa onda de aumento da Selic, o produto acabou popularizando-se no último ano.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS