Conecte-se conosco

Finanças

Conheça 5 das principais dúvidas sobre empréstimos em 2020

Apesar de saber que se trata de um dinheiro emprestado, ainda há questões sobre linhas de crédito.

Publicado

em

Linha de Crédito

Muitas pessoas solicitam empréstimo para sair do vermelho, reformar a casa, comprar um carro, fazer uma viagem, realizar um sonho e até mesmo investir em um negócio. Porém, ainda há algumas dúvidas sobre a linha de crédito, que possui diversas modalidades: pessoal, consignado, rotativo, com garantia de imóvel e veículo etc.

No top cinco maiores dúvidas sobre empréstimo em 2020, está no topo a pergunta do que é um empréstimo. E a resposta é bem simples: um dinheiro emprestado pelo banco ou instituição financeira para o cliente, por certo período, que deverá ser devolvido em parcelas e com juros.

Em segundo lugar, está a questão de como é feito um empréstimo. Na instituição financeira definida, o usuário recebe o depósito em conta e necessita restituí-lo depois, com valor que incide juros dentro do prazo estipulado.

Já a medalha de bronze fica para a pergunta de como é feito um empréstimo online. Como o próprio nome diz, a contratação é digital, sem precisar ir às agências físicas e, em muitos casos, com todas as condições do contrato disponíveis na plataforma. 

A quarta posição de questionamentos fica para como pagar um empréstimo. Isso dependerá da forma em que o crédito foi contratado. Dessa forma, existe a opção de necessidade do depósito mensal na conta que ele foi solicitado, desconto na fatura do cartão, pagamento de boleto, entre outros.

E a quinta principal dúvida é de quais são as taxas do empréstimo. Além dos juros, as instituições financeiras podem cobrar outras tarifas e multas. Por isso, é importante ler com atenção as cláusulas do contrato e analisar o Custo Efetivo Total (CET) do empréstimo.

Publicidade
Comentários

Finanças

Posso contratar empréstimo online mesmo com score de crédito baixo?

Pontuação do score se divide em três níveis, baixo, médio e alto. Ela é termômetro para aprovação ou não em liberação de crédito,

Publicado

em

Empréstimo online

O empréstimo é uma excelente alternativa frente a uma situação de emergência ou aperto financeiro. Porém, a aprovação do crédito não é tão simples, sendo avaliados critérios como renda, histórico de pagamentos e score de crédito. Ainda assim, existem algumas instituições financeiras que liberam capital até mesmo para quem possui o score baixo.

O score é como um termômetro financeiro, demonstrando se a pessoa é ou não boa pagadora. A partir de sua pontuação, que vai de 0 a 1 mil, é possível considerar se há risco ao disponibilizar o dinheiro. O score de crédito se divide em três níveis: baixo (0 a 300 pontos), médio (300 a 700 pontos) e alto (700 a 1 mil pontos).

Dessa forma, quanto maior a nota, menor é a chance de inadimplência. Por isso, muitas instituições financeiras optam por não aprovar empréstimo para quem possui score baixo.

Entretanto, é possível fazer empréstimo online com score baixo. Não há uma lei que impeça ao banco de liberar o crédito, mas pode ocorrer de oferecer valores reduzidos e com maiores taxas de juros. Também, existem linhas que exigem algum bem como garantia, permitindo com que a instituição financeira se assegure ao emprestar o dinheiro.

No entanto, algumas ações podem ajudar para que a pontuação do score aumente, sendo a principal delas manter as contas em dia. Com um bom relacionamento e colocando as finanças em dia, melhores condições e tarifas podem ser oferecidas ao contratar linhas de crédito.

Continue lendo

Finanças

Empréstimo Caixa Tem já está disponível? Veja condições para contratação

Empréstimo será de até R$ 2 mil, com taxa de juros será mais acessível em comparação à outras opções disponíveis no mercado, variando entre 1,5% e 2,5% ao mês.

Publicado

em

Caixa Tem

Com o sucesso do aplicativo Caixa Tem, criado para realizar os repasses do auxílio emergencial, a Caixa Econômica Federal decidiu manter a plataforma, adicionando novas funcionalidades para torná-la um banco digital mais completo.

Assim, o presidente da instituição, Pedro Guimarães, anunciou que seria criada uma linha de crédito para contemplar os trabalhadores de baixa renda após o fim dos depósitos do benefício. O empréstimo pelo Caixa Tem não foi liberado até o momento, mas a expectativa é que o crédito esteja disponível em breve no aplicativo.

Segundo o banco, a taxa de juros será mais acessível em comparação à outras opções disponíveis no mercado, variando entre 1,5% e 2,5% ao mês. O valor máximo do empréstimo, que visa oferecer recursos para a recuperação financeira dos beneficiários do auxílio emergencial, será de até R$ 2 mil. A princípio, o valor limite seria de R$ 1 mil.

No total, a Caixa deve liberar cerca de R$ 10 bilhões para a nova linha de crédito. A contratação será sem burocracia e totalmente digital, de forma prática e segura, por meio do aplicativo Caixa Tem. O banco também deve oferecer linhas de microcrédito de menor valor e outros produtos, como cartões de crédito e títulos de capitalização, por exemplo.

Uma das iniciativas para ampliar o Caixa Tem foi a implantação do Seguro Apoio Família, que está disponível desde outubro de 2020. O seguro tem cobertura para funeral em caso de morte por qualquer causa, inclusive por Covid-19. Já para mortes acidentais, o seguro oferece ainda cesta básica para os familiares por três meses e um auxílio no valor de R$ 2 mil. Os segurados ainda concorrem a prêmios de R$ 20 mil por mês.

Continue lendo

Finanças

Empréstimo BNDES para MEI libera até R$ 20 mil em 2021

Participação do BNDES é de até 100% em empréstimos para MEIs, porém dinheiro é liberado por instituições financeiras parceiras.

Publicado

em

BNDES

Com o intuito de auxiliar na manutenção do emprego e criar novas oportunidades de trabalho, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) tem oferecido linhas de empréstimo e financiamentos para os empreendedores. Um exemplo é o empréstimo BNDES para microempreendedores individuais (MEIs).

Pertencente ao microcrédito, o empréstimo BNDES para MEI dispõe de recursos 100% financiados pelo banco. Porém, esses são liberados pelas instituições financeiras autorizadas a comercializar as linhas de crédito.

O seu público-alvo são empresas de pequeno porte (EPP), empresas de pequeno porte (EPP) e MEI. Todos devem ter formalização de atividade junto à Receita Federal e receita bruta anual igual ou inferior a R$ 360 mil.

O empréstimo BNDES para MEI possui algumas regras que devem ser cumpridas pelas instituições que disponibilizam o crédito. São elas: Não exigir garantias reais; a participação do BNDES deve ser de até 100% do crédito financiado; a Taxa de Abertura do Crédito (TAC) não pode ultrapassar 3% do valor financiado; e os juros negociados entre agente operador e cliente não excederão o percentual de 4% ao mês.

O crédito contratado deverá ser usado como capital de giro e investimentos em obras, máquinas, equipamentos, materiais e insumos. A lista com as instituições financeiras parceiras do BNDES pode ser acessada no site do banco. E a aprovação ou não do empréstimo dependerá da análise feita pelo agente operador.

 

Continue lendo

MAIS ACESSADAS