Conecte-se conosco

Economia

Ebanx corta 20% do seu quadro de funcionários

O fintech Ebanx contava com mais de 1700 empregados antes dos cortes. Confira a matéria para saber mais!

Publicado

em

O Ebanx, que é um fintech de meios de pagamento, acabou de informar, nesta terça-feira (21), que demitiu aproximadamente 20% de seus funcionários, sendo a nova startup a cortar mais pessoal do seu quadro de funcionário.

Veja também: Motivo de demissão não deverá mais ser registrado na CTPS

Algumas empresas, incluindo VTEX, que é uma plataforma de comércio digital brasileira, a corretora de criptomoedas Mercado Bitcoin e a plataforma de investimentos Empiricus, do BTG Pactual fizeram o anúncio de alguns cortes de funcionários devido a alta de juros e da piora nos mercados.

O Ebanx confirmou através de uma nota que iria fazer uma revisão na operação para reforçar o foco nos pagamentos internacionais, levando em consideração o seu principal negócio.

A companhia, que faz o processamento em mais de 15 países da América Latina, fez a reformulação das estruturas e acabou descontinuando uma série de projetos.

“A decisão foi tomada com base no cenário atual do mercado de tecnologia como um todo, impactado de forma profunda e veloz pelo ambiente macroeconômico”, disse o Ebanx.

João Del Valle, o presidente-executivo e fundador do Ebanx, em março, fez o anúncio de um adiamento na captação de recursos marcados para o segundo semestre devido a volatilidade que causou um efeito sobre a avaliação das empresas e no humor de seus investidores.

O Ebanx contava com mais de 1700 empregados antes dos cortes. Há aproximadamente um ano, foi captado pela fintech US$ 400 milhões de fundos que são geridos pela Advent, além de um comprometimento de um pouco mais de US$ 30 milhões em um futuro IPO.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS