Conecte-se conosco

Ações, Units e ETF's

Ibovespa encerra o pregão em queda de 0,92%, aos 118.956 pontos

O giro financeiro da sessão somou R$33,45 bi

Publicado

em

O Ibovespa fechou em baixa pela segunda sessão seguida nesta sexta-feira (30), com investidores temendo novos estragos econômicos da Covid-19 após um salto na contaminação na Índia e em outras regiões.

De acordo com dados preliminares, o Ibovespa caiu 0,92%, a 118.956 pontos. Ainda assim, segurou alta de 1,99% em abril. O giro financeiro da sessão somou R$ 33,45 bilhões.

Para se ter ideia da gravidade da situação, a Índia registrou ontem mais um recorde mundial de novos casos de Covid-19 — o sétimo nos últimos oito dias — e levou o mundo a passar pela primeira vez dos 900 mil infectados em 24 horas.

Foram 379.308 novos casos no país e 904.893 no mundo, superando o recorde mundial anterior, de 899.755 infectados do dia 22. Os dados são do governo indiano e do “Our World in Data”, projeto ligado à Universidade de Oxford.

A Índia passa por um colapso em seu sistema de saúde e também funerário, em meio à explosão de casos e mortes por Covid-19 da segunda onda.

São 2,45 milhões de infectados e mais de 20 mil vítimas da Covid-19 só nos últimos sete dias. Atualmente, tem 18,3 milhões de casos confirmados, atrás apenas dos Estados Unidos (32,2 milhões), e 204 mil óbitos, atrás de EUA (574 mil), Brasil (398 mil) e México (215 mil).

Bolsa de valores B3

Ibovespa – Dólar

O dólar fechou esta sexta-feira com a alta diária mais forte em mais de um mês, em meio ao fortalecimento global da moeda por realização de lucros.

A moeda norte-americana subiu 1,81% nesta sexta, para 5,4315 reais, maior valorização diária desde o último dia 24 de março (+2,20%).

Houve ampla oscilação neste pregão: a cotação variou de 5,3363 reais (+0,03%) a 5,45 reais (+2,16%). No exterior, o índice do dólar saltava 0,75%, a caminho do maior ganho desde fevereiro.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.