Conecte-se conosco

Empresas

JSL anuncia que Cade aprovou aquisição da TPC sem restrições

Ambas serão responsáveis pela gestão de cerca de 1.000.000 de metros quadrados de armazéns

Publicado

em

JSL anuncia que Cade aprovou aquisição da TPC sem restrições

A JSL (JSLG3) informou na última sexta-feira (26) que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem estrições a aquisição da Pronto Express Logística (TPC), anunciada no começo do ano, com a empresa entrando no setor de saúde e medicamentos.

De acordo com documento encaminhado ao mercado, com o negócio ambas serão responsáveis pela gestão de cerca de 1.000.000 de metros quadrados de armazéns dedicados e multiclientes localizados em 24 Estados do Brasil e por 56 mil entregas por dia na distribuição urbana.

“A combinação proporciona ainda mais resiliência à receita e melhoria nos resultados dado o perfil de longo prazo dos contratos”, afirmou a JSL, citando ainda oportunidades de sinergias operacionais.

JSL (JSLG3) informa que autarquia aprovou aquisição da TPC sem restrições

JSL

Na ocasião do anúncio, em janeiro, a companhia disse que o contrato prevê a aquisição da TPC por 288,6 milhões de reais de “enterprise value (EV) –valor que será ajustado com base na dívida líquida, capital de giro e outros ajustes na data de fechamento da transação.

Com a aquisição, assim como outras operações nos últimos seis meses, a JSL disse que adicionará, em números anualizados de 2020 e não auditados, cerca de 1,1 bilhão de reais de receita líquida incremental.

Cade

Na quarta-feira (24), o Cade também aprovou a aquisição da Rodomeu pela JSL. A Rodomeu, foi fundada há 30 anos em Piracicaba (SP) e possui uma equipe de 250 colaboradores e cerca de 470 ativos em operação.

Novo presidente

A companhia agora tem um novo presidente. Trata-se de Ramon Garcia de Alcaraz que foi fundador e principal executivo à frente da Fadel, transportadora adquirida pela JSL no ano passado.

Com a nova reestruturação, Fernando Simões, herdeiro da companhia, deixa a presidência executiva após 12 anos. O empresário passa a assumir a presidência do Conselho de Administração da JSL. E vai desempenhar o papel de principal executivo da Sympar, a holding que controla todas as empresas do grupo.

Nesse sentido, a sucessão do cargo está alinhada com o planejamento estratégico da JSL. Ou seja, Alcaraz se tornará também um acionista da companhia. E receberá 2,25% do capital social da empresa.

O plano de sucessão foi iniciado e a previsão é que, até o dia 14 de abril, Alcaraz assuma de vez a presidência da Companhia.

“Tenho a felicidade de passar o comando da JSL Logística a uma pessoa que possui em seu DNA cultura e valores alinhados aos nossos. O Ramon agora se torna um novo acionista em nossa Companhia”, diz Fernando Simões.

Trajetória

Fernando Simões atua nos negócios da família há mais de 40 anos. Sendo 12 deles à frente da empresa. O espírito empreendedor herdado do pai, Julio Simões, o fez um dos principais empresários do setor. Logo, tranformando a companhia em um dos principais grupos empresariais do Brasil.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.