Conecte-se conosco

Automobilística

Sem impostos: Dicas para comprar carros isentos do IPVA

Confira as situações nas quais o veículo é isento do tributo e veja como se dar durante a aquisição de um veículo usado.

Publicado

em

Hoje em dia, é possível comprar veículos que são isentos de IPVA. Para receber esse benefício, o carro deve atender alguns critérios, como o de tempo de fabricação, por exemplo. Além disso, o tributo é isento no caso de pessoas com deficiência, doença crônica ou com alguma limitação física e mental.

Leia mais: IPVA: Confira 25 modelos de veículos que ficarão isentos do tributo em 2022

No entanto, para se dar bem durante o processo de compra de um veículo, é importante ficar atento às negociações e seguir algumas dicas para aproveitar o benefício de ter um carro sem a cobrança do IPVA. Veja a seguir!

Como comprar um carro isento de IPVA

Veja a seguir algumas dicas que podem facilitar as negociações durante a aquisição de um carro sem IPVA:

  1. Converse com o vendedor por canais oficiais: por meio das plataformas de venda, como a OLX, por exemplo, é possível dialogar com o vendedor e estabelecer as condições da aquisição. Evite negociar por canais pessoais, como WhatsApp e telefone.
  2. Busque por informações do vendedor: não é errado ir atrás de informações do proprietário do veículo. Para isso, basta consultar alguns detalhes sobre o carro no Detran.
  3. Evite intermediários durante as negociações: a presença de terceiros nas negociações pode atrapalhar o processo de compra de um veículo. A situação muda no caso de revendedores credenciados que, neste caso, podem contribuir positivamente para o processo de venda e compra do veículo. Lembrando que é essencial perguntar tudo sobre o bem a quem estiver no comando da venda.
  4. Atenção aos dados bancários: antes de efetuar o depósito do dinheiro, é fundamental conferir se os dados bancários repassados são de fato da pessoa que está negociando. Isso evita a incidência de casos de furto e roubos de veículos.
  5. Não pague antecipado sem ver o veículo: a ideia é conferir de antemão a situação do veículo. Se possível, convide um mecânico de confiança para acompanhar a vistoria, na confirmação de que o veículo está em conformidade com o anúncio.
  6. Vá atrás de informações do carro: para saber se o veículo possui multas ou está com o IPVA vencido, por exemplo, basta utilizar o Registro Nacional de Veículos Automotores (RENAVAM) no site do Detran do respectivo estado do bem.

Publicidade
Comentários

Automobilística

Sem custo: 23 modelos de carros que ficarão isentos do IPVA 2022

Milhares de donos de carros ficarão livres do tributo a partir do ano que vem. Conheça as regras que garantem total isenção do tributo.

Publicado

em

IPVA Isento

A partir de 2022, milhares de proprietários de veículos ficarão livres do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). O tributo é um verdadeiro “calo” nas finanças do começo de ano para muitos motoristas, principalmente quando a expectativa é de aumento no ano que vem.

Leia mais: Descubra como calcular o IPVA do seu carro usado

Ficarão isentos do tributo os veículos mais antigos, com tempo de fabricação entre 10, 15, 20 e até 35 anos. O período muda conforme o estado, assim como a alíquota que determina o valor do IPVA, que utiliza o preço de mercado do veículo (Tabela Fipe).

Além da isenção com base no tempo de fabricação, também ficam livres do imposto no próximo ano as pessoas com deficiência (PcD).

Isenção do IPVA por tempo de fabricação

Condutores com um veículo mais velho podem ter isenção do IPVA dependendo do estado. Veja seguir as regras adotadas por cada unidade federativa na hora de liberar o contribuinte do imposto:

  • Veículos com 10 ou mais anos de fabricação: Acre, Rio Grande do Norte e Roraima.
  • Veículos com 15 ou mais anos de fabricação: Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, Sergipe e Tocantins.
  • Veículos com 20 ou mais anos de fabricação: Alagoas, Paraná Rio Grande do Sul e São Paulo.
  • Veículos fabricados antes de 1985: Santa Catarina.

23 veículos isentos de IPVA em 2022

Confira a seguir modelos de carros que não precisarão pagar o tributo no ano que vem:

10 anos de fabricação

  1. Audi A3 2010
  2. BMW 120i 2010
  3. Cadillac CTS 2010
  4. Chevrolet Blazer 2010
  5. Chevrolet Classic 2010
  6. Chevrolet Celta 2010
  7. Chevrolet Corsa 2010
  8. Chevrolet Prisma 2010
  9. Chevrolet S10 2010
  10. Fiat Palio 2010
  11. Fiat Strada 2010
  12. Fiat Uno 2010
  13. Ford Fiesta 2010
  14. Ford Focus 2010
  15. Honda Civic 2010
  16. Hyundai Tucson 2010
  17. Land Rover Freelander 2 2010
  18. Renault Clio 2010
  19. Toyota Camry 2010
  20. Toyota Corolla 2010
  21. Toyota Hilux 2010
  22. Troller TR4 2010
  23. Volkswagen CrossFox 2010

15 anos de fabricação

  1. Audi A3 2005
  2. BMW 320i 2005
  3. Chevrolet Celta 2005
  4. Chevrolet Corsa 2005
  5. Chevrolet Meriva 2005
  6. Chevrolet S10 2005
  7. Chevrolet Vectra 2005
  8. Fiat Doblò 2005
  9. Fiat Fiorino 2005
  10. Fiat Siena 2005
  11. Fiat Uno 2005
  12. Ford EcoSport 2005
  13. Ford Fiesta 2005
  14. Ford Focus 2005
  15. Ford Ka 2005
  16. Honda Civic 2005
  17. Jeep Wrangler 2005
  18. Land Rover Defender 2005
  19. Toyota Corolla 2005
  20. Toyota Hilux 2005
  21. Volkswagen Gol G2 2005
  22. Volkswagen Gol G3 2005
  23. Volkswagen Golf 2005

20 anos de fabricação

  1. Alfa Romeo 145 2000
  2. Chevrolet Blazer 2000
  3. Chevrolet Corsa 2000
  4. Chevrolet S10 2000
  5. Chevrolet Vectra 2000
  6. Fiat Fiorino 2000
  7. Fiat Palio 2000
  8. Fiat Siena 2000
  9. Fiat Uno 2000
  10. Ford Escort 2000
  11. Ford Fiesta 2000
  12. Ford Ka 2000
  13. Ford Ranger 2000
  14. Honda Civic 2000
  15. Jeep Cherokee 2000
  16. Land Rover Defender 2000
  17. Mitsubishi Pajero 2000
  18. Porsche 911 2000
  19. Renault Clio 2000
  20. Toyota Hilux 2000
  21. Volkswagen Gol G2 2000
  22. Volkswagen Golf 2000
  23. Volkswagen Kombi 2000

Fabricados até 1985

  1. Chevrolet Chevette 1985
  2. Chevrolet Corvette 1984
  3. Chevrolet Opala 1985
  4. Fiat 147 1982
  5. Fiat 147 Pickup 1982
  6. Ford Corcel II 1984
  7. Ford Landau 1982
  8. Ford Corcel I 1977
  9. Ford Belina 1976
  10. Ford Galaxie 1975
  11. Ford Jeep CJ-5 1975
  12. Ford Maverick 1974
  13. Ford Mustang 1965
  14. Ford Model A 1929
  15. Jaguar XJ6 1983
  16. Volkswagen Fusca 1985
  17. Volkswagen Voyage 1984
  18. Volkswagen Passat 1983
  19. Volkswagen Brasília 1980
  20. Volkswagen (Buggy) 1977
  21. Volkswagen (Bugre III) 1977
  22. Volkswagen Variant 1974
  23. Volkswagen TL 1972

Continue lendo

Automobilística

Detran alerta sobre diferenças de preços para tirar primeira CNH

Detran faz alerta sobre o valor total cobrado por autoescolas para conseguir a primeira carteira de habilitação nacional. Confira!

Publicado

em

Detran alerta sobre diferenças de preços para tirar primeira CNH

O Departamento Estadual de Trânsito não pode interferir nos valores cobrados pelas autoescolas (CFCs). Devido a isso, há uma diferença entre eles por não haver um tabelamento desse serviço, deixando a critério do estabelecimento.

O valor desse serviço influencia fortemente no custo final pago para obter a primeira CNH. Esse custo pode variar de R$ 1.200,00 a R$ 2.000,00 para carteira categoria A ou B. Portanto, cabe ao interessado pesquisar bastante antes de escolher uma autoescola, para se certificar de que não está pagando um valor discrepante.

As autoescolas justificam essa diferença nos custos de cada uma, afinal esses estabelecimentos funcionam em diferentes pontos da cidade, bem como na diferença de infraestrutura. Além disso, algumas usam carros mais modernos, bem como equipamentos (como o simulador de direção veicular).

Para ajudar quem está em busca de uma autoescola para se preparar para o exame da CNH, o Detran disponibiliza em seu site uma lista com CFCs credenciados e que estão habilitados para ofertar aulas teóricas e práticas para o exame. Inclusive, o departamento indica que o interessado dê preferência a essas autoescolas listadas.

Saiba quais são os valores para tirar a primeira carteira de habilitação.

Como ocorre o processo para 1º CNH

De acordo com a Legislação Federal de Trânsito – válida em todo o Brasil – para conseguir a primeira habilitação é necessário passar por algumas etapas:

  • Exame médico (R$ 96,00 ou R$70,40, em caso de deficiência);
  • Exame psicológico (R$ 112,00);
  • Taxa para exame teórico (pode variar por estado – em São Paulo custa R$ 40,00 – e é pago ao Detran);
  • Aulas teóricas/práticas (valor estabelecido pela autoescola);
  • Taxa para exame prático (pode variar por estado – em São Paulo custa R$ 40,00 – e é pago ao Detran);
  • Taxa para emissão da 1º CNH (pode variar por estado – em São Paulo custa R$ 107,00 – e é pago ao Detran).

Como pode ser visto acima, há taxas fixas cobradas pelo DETRAN que podem apenas variar de acordo com o estado em que você reside. Essas taxas, quando somadas, podem chegar a R$ 395,00, o que explícita ainda mais o alto valor cobrado por algumas autoescolas.

Caso o aluno seja reprovado em alguma dessas provas deverá pagar novamente o valor correspondente ao Detran (R$ 40,00 para cada prova).

Continue lendo

Automobilística

HB20 é o mais vendido entre usados e seminovos no Brasil

Chevrolet Onix aparece em segundo lugar no Top 10 das vendas do mês de outubro. Os dados foram divulgados pelo Instacarro.

Publicado

em

HB20 Vision 1.6 AT

O Hyundai HB20 foi o carro mais vendido no mês de outubro entre os usados e seminovos do Brasil. Em segundo lugar da lista aparece o concorrente Chevrolet Onix. As informações são do Instacarro, uma das maiores plataformas de comercialização de veículos nacional.

Leia mais: Após congelamento do ICMS, como está o preço da gasolina?

Top 1

O Hyundai HB20 ficou em 1º lugar nas vendas de automóveis usados no Brasil. O hatch da marca sul-coreana ultrapassou os populares SUVs e utilitários. O HB20 conseguiu abocanhar 3,6% de todas as vendas realizadas.

Aliás, vale ressaltar, que em setembro, o HB20 também foi o veículo mais vendido. Porém, naquele mês, o primeiro lugar foi entre os carros novos de fábrica.

Depois de dois anos da estreia do novo design, os números confirmaram sua popularidade. Inicialmente, a mudança de aparência gerou incertezas no público e também nos próprios revendedores. Aquele estilo mais esportivo do HB20 até 2019 deu espaço a um ar mais comportado e refinado. Porém, os dois tipos de design aprecem agradar.

Número 1 em vendas

Apesar de toda a desconfiança, dois anos depois, o hatch é o primeiro colocado nas vendas. Além de ser o líder em setembro, ele também é o top 1 do ano em sua categoria. Mesmo com o preço inicial de R$ 62.790, o público se acostumou com o design e aprovou as mudanças.

Claro que alguns fatores ajudaram o HB20 a conquistar a primeira colocação. É preciso lembrar que o Chevrolet Onix teve a produção paralisada e o Ford Ka saiu de linha. Com menos concorrentes, o hatch da Hyundai ganhou as ruas do Brasil e sua popularidade só aumentou.

Até o momento, foram emplacadas 66 mil unidades do novo HB20, ficando atrás apenas da Fiat Strada, que soma 85 mil vendas. Porém, no quesito de carro de passeio, o HB se mantém no topo das vendas.

Venda de usados

Voltando para o desempenho entre os usados. No segundo lugar, o Chevrolet Onix aparece com 3,1% de participação. Em 3º vem o Honda Fit (2,8%), seguido pelos Ford Fiesta hatch (2,4%) e sedan (1,8%).

Por fim, os mais vendidos pela plataforma em outubro temos: o Honda Civic e o Renault Logan (1,7%). Ainda, o Chevrolet Celta, o Prisma e a Renault Sandero com 1,6%.

Veja os 10 carros mais vendidos em setembro no Brasil (usados)

1 – HB20

2 – Chevrolet Onix

3 – Honda Fit

4 – Ford Fiesta (hatch)

5 – Ford Fiesta (sedã)

6 – Honda Civic

7 – Renault Logan

8 – Chevrolet Celta

9 – Chevrolet Prisma

10 – Renault Sandero

*Com informações de Instacarro

Continue lendo

MAIS ACESSADAS