Conecte-se conosco

Automobilística

Confira quais carros pode fazer mais de 22 km/l na gasolina

Opções de luxo e esportivas também conseguem economizar combustível. Confira quatro carros que têm se destacado recentemente.

Publicado

em

A gasolina já passa de R$ 7,20 em alguns postos pelo Brasil, enquanto o etanol atingiu R$ 6,99. Os dados são da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP). A tendência, infelizmente, não é de queda. Por isso, a busca por veículos econômicos deve continuar aumentando.

Leia mais: Volkswagen faz novos reajustes de preços e Gol ultrapassa R$ 88 mil

O sonho de adquirir um esportivo de luxo tem sido adiado por muitos brasileiros. Em parte pelo valor dos veículos que subiu, mas o gasto com combustível também pesa na decisão. Aliás, nem precisa ser um carro de luxo para ter uma autonomia baixa.

Alguns automóveis antigos ou de maior potência acabam fazendo menos 6 ou 5 km por litro. Essa performance só é atingida se o carro estiver bem regulado. Caso não esteja, o gasto pode ser ainda maior.

Autonomia elevada

Pensando nisso, os modelos que conseguem economizar o máximo de km por litro se tornaram boas opções. Muitos ficam de olho nas opções mais econômicas de carros atuais. Agora, com o aumento do combustível, eles se tornaram a única opção possível.

A boa notícia é que não são apenas carros “simples” ou com poucos opcionais de série que podem ser econômicos. Algumas opções estão entre as mais completas e luxuosas do mercado.

Abaixo, é possível conferir uma lista com 5 boas opções de carros econômicos. Porém, é preciso lembrar que alguns deles possuem versões esportivas e podem ter autonomia menor. 

Os carros e preços abaixo foram selecionados mediante a opção mais barata entre as disponíveis.

Confira 5 opções de carros econômicos 

1 – Volvo XC40

– Preço médio: R$ 269.950

– Motor 1.5, turbo, com sete marchas.

– Consumo: 

Gasolina: 24,5 km/l na cidade;

Autonomia no modo elétrico: 44 km.

2 – Mini Countryman Cooper E All4

– Preço médio: R$ 291.690;

– Motor 1.5, turbo, com sete marchas;

– Consumo:

Gasolina: 22,3 km/l na cidade;

Autonomia no modo elétrico: 52 km.

3 – BMW 530e M Sport

– Preço médio: R$ 425.950;

– Motor 2.0, turbo, com oito marchas.

– Consumo

Gasolina: 22 km/l na cidade;

Autonomia no modo elétrico: 56 km.

4 – Porsche Panamera E-Hybrid

– Preço médio: R$ 649 mil;

– Motor 2.6, híbrido, com oito marchas;

– Consumo:

Gasolina: 19,2km/l na cidade;

Autonomia no modo elétrico: 25 km.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Automobilística

Toyota lança programa de carros por assinatura com preços a partir de R$ 2,6 mil

Planos possibilitam o aluguel de carros pelo prazo de 12 a 24 meses, com possibilidade de compra ao final do contrato.

Publicado

em

Carros

A Toyota lançou nesta quinta-feira, 23, o “Kinto One Personal”, seu novo programa de carros por assinatura no Brasil. O serviço passa a integrar o portfólio da Kinto, braço da fabricante japonesa com presença em 40 países ao redor do mundo.

Leia mais: 5 carros usados vendidos por preço maior do que na tabela Fipe em agosto

Além da novidade, a empresa oferece mais dois serviços: o Kinto One Fleet, voltado para frotas corporativas e atendimento de empresas; e o Kinto Share, um aluguel de carros de curto prazo (entre 1 e 30 dias).

A contratação deve ser feita pela internet ou em uma das concessionárias da Toyota espalhadas pelo país. Todo o processo de preenchimento de dados, acompanhamento e assinatura de contrato pode ser feito previamente no site da Kinto.

Para se cadastrar, o cliente precisa informar seus dados pessoais e enviar fotos e CNH. Ele pode pagar seu carro por assinatura com cartão de crédito, Pix ou boleto.

Carro por assinatura

Essa modalidade, conhecida como carsharing, vem se consolidando no Brasil nos últimos dois anos. De acordo com a Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (Abla), a expectativa das empresas que oferecem o serviço é de chegar ao final de 2022 com 160 mil carros contratados.

Ao invés de comprar um carro, o cliente aluga o veículo por um, dois ou mesmo três anos. Ao fim do contrato, o consumidor pode renovar sua assinatura com o mesmo modelo ou outro, ou ainda comprar o carro alugado.

Continue lendo

Automobilística

5 carros usados vendidos por preço maior do que na tabela Fipe em agosto

Confira os 5 carros que mais encareceram em comparação à tabela Fipe no mês de agosto. Mercado de usados permanece aquecido no Brasil.

Publicado

em

Está cada dia mais difícil encontrar um carro usado com preço baixo. O pior é que a tendência não é a de que as coisas voltem ao que eram meses atrás. Ou seja, os preços devem permanecer nas alturas por um bom tempo ainda. Alguns usados valorizaram bastante a ponto de serem vendidos bem acima do sugerido pela tabela Fipe.

Leia mais: Febraban acusa Nubank de cobrar altas tarifas bancárias e fintech reage

Aumento das vendas de usados

Segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) a alta foi de 48,3% nas vendas. A porcentagem reflete o acumulado de todo o ano. Em agosto, apesar de discreto, o crescimento se manteve e foi de 1,25% em relação a julho.

Ao todo, em 2021, foram comercializados 7,58 milhões de carros usados e seminovos no Brasil. Esse número é pautado sobre o número de emplacamentos realizados até o final de agosto.

O modelo mais vendido até agora foi o Volkswagen Gol, que já soma mais de 81,7 mil emplacamentos. Na sequência aparece o Fiat Palio, com 49,2 mil unidades vendidas, seguido do Fiat Uno, que vendeu 47.9 mil exemplares.

Fechando o top 5 dos usados mais procurados estão: Fiat Strada e Chevrolet Celta. Os dados são da Fenabrave.

Preço alto

De modo geral, todos os veículos novos e seminovos ficaram mais caros. Em alguns casos, a variação de preço foi maior do que 20% nos 0 km. Porém, no mercado de usados, existem modelos que valorizaram mais de 60%.

Alguns carros de luxo foram negociados bem acima do preço da tabela Fipe. Entre os casos está a BMW X1, que chegou a ser vendida 61% mais cara.  Outros automóveis como Fit, Spin e March também valorizaram no último ano.

Os dados da alta foram divulgados pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Foi estabelecido como parâmetro, o período de março de 2020 até agosto de 2021.

Veja 5 carros vendidos acima da Tabela Fipe

1 – Citroën C3 2017

Um dos mais valorizados em agosto, o C3 2017 foi vendido, em média, 17% mais caro em agosto.

2 – Mitsubishe Pajero i0 2000

O precursor da TR4 foi um dos usados que valorizou recentemente. O modelo importado de 2000 pode ser encontrado 8% mais caro do que na tabela.

3 – Fiat 500 2014

O Fiat 500 já foi sonho de consumo de muitos jovens pelo Brasil. Em agosto, ele foi comercializado 7,7% mais caro do que seu valor real.

4 – Audi Q3 2017

Mesmo com sua fabricação nacional interrompida, seu valor subiu para 7,5% a mais do que na tabela.

5 – Honda Fit 2013

Já de malas prontas para deixar o mercado nacional, o Fit sempre teve boa reputação. Talvez por isso, suas vendas tenham aumentado e ele chegou a custar 6,8% a mais do que antes.

Continue lendo

Automobilística

Carro por assinatura vale a pena? Veja prós e contras do serviço

Basicamente, carro por assinatura é uma forma de alugar um veículo por um longo prazo. Veja as vantagens!

Publicado

em

O carro por assinatura é uma ótima opção para quem depende de um veículo diariamente, mas não quer se comprometer com a compra.

Leia mais: Confira 10 Infrações que podem suspender sua CNH

Será que isso é para você? Conheça as vantagens e desvantagens a seguir.

O que significa carro por assinatura?

Basicamente, carro por assinatura é uma forma de alugar um veículo por um longo prazo. Assim, você paga mensalmente o valor estipulado em contrato, que tem duração entre um e quatro anos.

Como vantagem disso, você tem IPVA, documentação, revisões e seguro já inclusos no pacote. Ou seja, o motorista só precisa se preocupar com o combustível.

Vantagens desse tipo de contrato

Um carro por assinatura pode ser muito bom em alguns casos. Por isso, veja quais são os principais benefícios desse tipo de contrato.

  • Menor burocracia: a locadora se ocupa de impostos, documentação, assistência, revisão e seguro;
  • Menos gastos: manter um veículo em dia com a legislação e com as revisões é muito custoso. Por isso, um carro por assinatura te dá menos gastos;
  • Ter um novo carro anualmente: se você fizer um contrato anual, pode ter um carro zero todos os anos;
  • Não se preocupe com a depreciação: você fará um contrato para carro por assinatura e não precisa se preocupar com a depreciação do veículo.

Maiores desvantagens do carro por assinatura

O carro por assinatura tem muitas vantagens. Mas você também precisa conhecer as desvantagens desse serviço. São elas:

  • Pode ser mais caro do que um veículo pago à vista: se você tem a oportunidade de pagar o veículo de uma vez, isso sai mais barato do que assinar;
  • Limitações de quilometragem: no contrato consta um limite de quilometragem. Ao ultrapassar, é preciso pagar uma taxa extra;
  • O carro não é seu;
  • Não pode ser usado por motorista de aplicativo.

Conclusão: vale a pena ter um carro por assinatura?

Ter um carro por assinatura vale a pena para quem não quer ter dores de cabeça e deseja ter um carro novo todo ano.

Então, é só colocar combustível para sair!

Continue lendo

MAIS ACESSADAS