Conecte-se conosco

Empresas

Google recebe ação promovida pelos desenvolvedores do Tinder

Ao que tudo indica, a Google não gostou nada das manifestações do grupo Match. Leia para entender o que aconteceu!

Publicado

em

Google alerta: atualizar o Chrome impede erros no uso do navegador.

Uma ação realizada pelo grupo Match, responsável pelo aplicativo de relacionamento, Tinder, direcionado ao domínio da loja de aplicativos, não foi aceita pela empresa Google. De acordo com o esclarecimento feito pela empresa ao rejeitar a ação, é afirmado que o presente interesse é completamente focado nos lucros, deixando de lado a segurança do usuário.

Veja também: Agora é possível conferir antecedentes criminais antes de sair com alguém do Tinder

A manifestação do Google ocorreu no dia posterior à denúncia ser apresentada ao Tribunal de São Francisco, afirmando que a empresa em questão estaria fazendo uso abusivo de sua posição superior na loja de aplicativo do sistema operacional Android, Play Store.

Esta é apenas a continuação de uma campanha de interesses do grupo Match para evitar pagar pelo valor significativo que recebe das plataformas móveis onde construiu seus negócios“, disse um porta-voz do Google.

O conflito de interesses está ocorrendo graças ao desejo em fazer as empresas, Alphabet, empresa responsável por dominar o Google, juntamente com a Apple a suavizar o controle em suas lojas de aplicativos.

No entanto, o Google já se pronunciou e impôs seu posicionamento. Caso não houver o cumprimento da nova regra estabelecida, em que os fabricantes de aplicativo devem utilizar o seu próprio sistema de pagamento, o aplicativo do grupo Match será retirado, em outras palavras foi descrito como “sentença de morte”.

Este é um caso de manipulação estratégica de mercado, promessas quebradas e abuso de poder“, criticou Match. Como resposta, o Google alegou que o grupo é livre para escolher qualquer outro meio para fornecer acesso aos aplicativos, incluindo seu próprio site.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS