Conecte-se conosco

Economia

O que falta para o pagamento do 14º salário do INSS sair? Qual será o valor?

Expectativa é beneficiar mais de 30 milhões de pessoas. Acompanhe os desdobramentos da medida aprovada recentemente em comissão.

Publicado

em

14º SALÁRIO DO INSS

O 14º salário do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) voltou a caminhar na Câmara dos Deputados. Recentemente, a proposta foi aprovada pela Comissão de Finanças e Tributação (CFT) da Casa, seguindo para a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC). Caso seja aprovada, ela seguirá para o Senado Federal.

Leia mais: Saiu! Auxílio Brasil libera novo calendário de pagamentos para dezembro

A medida foi criada no ano passado pelo deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS) como forma de atender financeiramente a base de segurados da Previdência no fim do ano. Com a antecipação do 13º salário, os segurados não terão outra fonte de renda durante este período.

Qual o valor do abono extra? O que falta para a liberação?

De acordo com a ultima atualização do projeto, o pagamento do também chamado 13º em dobro terá o valor  limite de até dois salários mínimos. A ajuda será repassada aos beneficiários excepcionalmente nos meses de março de 2022 e 2023.

Receberão a ajuda os aposentados, pensionistas e beneficiários da Previdência Social. A previsão é de que mais de 30 milhões de pessoas sejam contempladas. De acordo com a avaliação do governo, a liberação do 14° teria um impacto de R$ 39,26 bilhões em 2020 e de R$ 42,15 bilhões em 2021.

“É o melhor possível dentro da urgência e dentro da emergência que nós temos. É merecido, aos 35 milhões de aposentados que aguardavam por esse momento. O grande vitorioso aqui, não sou eu, são os 35 milhões de beneficiados”, disse o relator do projeto de lei, o deputado Fábio Mitidieri (PSD-SE).

Para acompanhar a tramitação da medida, que está em caráter conclusivo na Câmara, acesse o site. Lembrando que, para ela entrar em vigor, a sanção do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) também se faz necessária.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS