Conecte-se conosco

Criptomoedas

‘Rainha das Criptomoedas’ aplica golpe bilionário e some

Depois de aplicar um golpe bilionário, a Rainha das Criptomoedas fugiu e até então não foi encontrada. Venha conferir essa notícia!

Publicado

em

Criptomoedas, Foto: Pexels.

No dia 11 de maio de 2022, a fundadora da OneCoin, apelidada de “Rainha das Criptomeodas”, Ruja Ignatova, foi colocada na lista de pessoas mais procuradas em toda a Europa.

Veja também: Bitcoin cai e chega a US$30 mil: entenda!

Isso ocorreu devido às acusações que ela sofreu após desaparecer com 25 bilhões de reais de investidores no ano de 2017. Em vista disso, A Agência da União Europeia para a Cooperação Policial (Europol), está oferecendo uma recompensa de 5 mil euros, cerca de 27 mil reais, por informações que levem-os à prisão de Ignatova, visto que ela é acusada de fraude em investimentos na OneCoin, uma “moeda realmente sem valor”.

Além disso, é válido destacar que Ruja Ignatova lançou a OneCoin em 2014, prometendo que sua criptomoeda seria a “assassina do Bitcoin” e, ao transcorrer do tempo, conseguiu arrecadar muito dinheiro de diversos investidores por todo o globo, em cerca de 175 países diferentes.

No entanto, quando descobriram que a OneCoin configurava-se como um esquema Ponzi em 2017, ela simplesmente entrou em um avião que ia em direção a Atenas e, depois, sumiu, nunca mais sendo vista.

Todavia, mesmo que Ignatova tenha conseguido escapar das autoridades, pessoas ligadas a ela e a empresa que ela fundou tiveram que enfrentar acusações gravíssimas.

Em vista disso, no ano de 2019, Mark Scott, advogado da OneCoin, foi considerado culpado de conspiração para cometer lavagem de dinheiro e fraude bancária pelo Tribunal Distrital dos EUA em Manhattan. Destarte, somente esse nao, a fugitiva foi colocada na lista dos mais procurados da Europa e as autoridades não desistiram de encontrá-la.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS