Conecte-se conosco

Economia

Guedes afirma que privatizaria todas as estatais; Bolsonaro veta Petrobras, BB e Caixa

Em entrevista, o ministro da Economia defendeu que a privatização de estatais pode ser uma forma de reduzir a dívida pública.

Publicado

em

Bolsonaro e Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que, por ele, todas as estatais do país seriam privatizadas. Contudo, o presidente Jair Bolsonaro não pretende vender a Petrobras, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal, segundo ele.

A declaração foi feita em entrevista à rádio Jovem Pan. “Pra mim, estatal boa é a que foi privatizada”, disse Guedes. Logo depois, o ministro acrescentou que “essas três (Petrobras, BB e Caixa) o presidente tem dito que não quer privatizar”.

Para defender a privatização, Guedes citou como exemplo a Vale do Rio Doce, mineradora vendida em 1997, durante o mandato de Fernando Henrique Cardoso. “Eu quero privatizar a Eletrobras, eu quero privatizar Correios, eu quero privatizar todas as outras que sejam possíveis”, destacou.

Guedes defende que a privatização de estatais pode ser uma forma de reduzir a dívida pública. “Nós não somos uma geração de covardes que fazem a guerra e jogam a conta para filhos e netos. Nós pagamos uma parte dessa conta”.

O ministro também deixou claro que fica desapontado por não poder realizar todas as privatizações. Porém, Guedes afirmou que respeita a posição do presidente, alegando que “o fenômeno eleitoral é ele”.

Outro tema abordado na entrevista foi a interferência do presidente na Petrobras. Segundo Guedes, a atitude resultou em um efeito econômico ruim, mas mesmo assim, o ministro respeita a decisão de Bolsonaro. “É compreensível politicamente a atitude. Do ponto de vista econômico o efeito foi ruim. […] Eu tenho que respeitar o presidente da República, ele diz ‘é isso aqui que eu quero agora’, ele tem o direito”, afirmou.

Você pode gostar
Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.