Conecte-se conosco

Finanças

MEIs têm empréstimos com condições especiais nestas instituições; Veja como contratar

Crédito para Microempreendedor é fundamental para capital de giro, contudo, estar negativado pode ser um entrave na hora de de pedir empréstimos. Veja algumas opções possíveis.

Publicado

em

Desde o início da pandemia, em meados de março de 2020, empresários de modo geral sofreram diversos impactos negativos em seus negócios. Entretanto, para os micro e pequenos empreendedores essa realidade é ainda mais complicada.

No caso dos microempreendedores individuais (MEIs), por exemplo, com faturamento anual de até R$ 81 mil, o fluxo de caixa muitas vezes é apertado e o capital de giro acaba comprometido.

Com a queda nas vendas e muitos meses fechados, diversos empreendedores acabaram entrando no vermelho, tornando ainda mais necessário conseguir crédito na praça para dar a volta por cima e manter a empresa de portas abertas.

Empréstimos com condições facilitadas para micro e pequenas empresas

Na categoria de empréstimos para MEIs e pequenos empreendedores, as condições costumam ser facilitadas, contando com:

  • agilidade na liberação do crédito;
  • limites maiores
  • prazo estendido para pagar, entre outros.

Alguns dos bancos que oferecem a modalidade de microcrédito são o Santander, Bradesco e Banco do Brasil. Confira mais detalhes e aprenda como solicitar:

Microcrédito Santander: microempreendedores têm uma variedade de serviços à disposição em parceria com a empresa de microfinanças Prospera, entre os quais: conta corrente, poupança e seguro. O destaque vai para a linha de crédito com limite de até R$ 21 mil. Clientes PJ com conta no banco ainda garantem condições especiais.

Crédito Bradesco: com orçamento de R$ 27 bilhões, empresários com faturamento anual de até R$ 360 mil têm como benefício taxas de juros reduzidas para. A medida prevê beneficiar cerca de 7 milhões de empresas.

Microcrédito Produtivo Orientado (MPO) Banco do Brasil: por meio dele, o MEI (rendimento anual até R$ 81 mil), microempresas (rendimento anual até R$ 360 mil), e empreendedores informais com rendimento bruto de até R$ 30 mil por mês podem solicitar o crédito para empreendedores. Os valores ficam entre R$ 1 mil a R$ 21 mil e o prazo para quitar varia de 5 a 18 meses, dependendo do número de parcelas.

Para solicitar é necessário comparecer a uma agência do Banco do Brasil ou optar pelo procedimento online, no caso de segunda contratação.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.