Conecte-se conosco

Empresas

Méliuz vai virar banco digital? Descubra qual o risco dessa expansão

Empresa adquire o Acesso Bank e registra alta de 10% em suas ações, mas analistas enxergam riscos vindos de parceiros bancários.

Publicado

em

Méliuz

O Méliuz anunciou a compra do banco digital Acesso Bank pelo valor de R$ 324,5 milhões, movimento que integra seu plano de expansão e abre novos caminhos para a empresa no mercado financeiro. Entretanto, esse passo em direção a se tornar um banco digital pode causar o descontentamento de parceiros.

A operação, que ainda depende da aprovação do Banco Central, consiste em uma troca de ações, com os acionistas do Acesso trocando o banco digital por 8% das ações do Méliuz.

Para Marcel Campos e Matheus Odaguil, analistas da XP, a compra deve permitir que a empresa avance em sua estratégia de ecossistema financeiro em ainda menos tempo. Além de uma experiência bancária digital completa para seus clientes, o Méliuz adquiriu uma infraestrutura tecnológica já em funcionamento e com licenças regulatórias e requisitos cumpridos.

O grande risco, entretanto, está nos parceiros bancários começarem a encarar a empresa como concorrente. Nesse caso, o Méliuz pode perder a chance de prestar serviços a um setor com um gigante mercado endereçável para entrar como concorrente em uma área em declínio e de difícil monetização.

Após o anúncio da operação, as ações do Méliuz fecharam a véspera com alta de 10,37%, sendo negociadas a R$ 36,49. Os analistas em geral viram o movimento como positivo, com a XP reiterando recomendação de compra com preço alvo de R$ 41.

Leia mais: Méliuz anuncia sua plataforma online para empréstimos

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.